Sociocultural >>

 Dicas Culturais

Dicas para passear em São Paulo

A capital de SP oferece atrações turísticas e culturais para todas as idades e gostos. Possui um dos mais ricos acervos de arte, espalhados em diversos museus e galerias de arte. Além de excelente variedade gastronômica e uma vida noturna agitada, oferece teatros, cinemas, centros culturais, arquitetura de templos e monumentos encontrados ao ar livre em toda a cidade.

Neste guia, preparamos algumas dicas de lugares para passear em São Paulo. Além disso, você poderá acompanhar mais informações no site da APM, que trará serviços e diversos de programas que a maior cidade da América Latina pode oferecer aos seus visitantes.

   30 motivos para você curtir a cidade de São Paulo

1) Conferir os Cantos Gregorianos do Mosteiro de São Bento;

2) Assistir a um concerto na Sala São Paulo ou no Teatro Municipal;

3) Apreciar a vista da Torre do Banespa;

4) Comer sanduíche de mortadela e pastel de bacalhau no Mercado Municipal;

5) Assistir à montagem de um musical da Broadway em uma das casas de espetáculos;

6) Fazer um roteiro de compras entre a Rua 25 de Março, os bairros do Brás e do Bom Retiro;

7) Jantar no Terraço Itália apreciando a vista em 360º de São Paulo;

8) Visitar um dos grandes museus da cidade, como Masp e Museu do Ipiranga (fechado atualmente para restauração);

9) Curtir os bares da Vila Madalena e as baladas da Vila Olímpia;

10) Visitar o Parque do Ibirapuera e suas atrações;

11) Fechar a noite em uma das inúmeras padarias 24 horas da cidade;

12) Caminhar à noite pela Avenida Paulista;

13) Visitar o diferente Museu da Língua Portuguesa e a incrível Pinacoteca;

14) Conhecer centenas de espécies de animais no Zoológico e dar uma esticada até o Jardim Botânico;

15) Conferir o cardápio de uma das cantinas do Bixiga;

16) Visitar a rota das grandes grifes internacionais na rua Oscar Freire e no Shopping Iguatemi;

17) Tomar um chá no restaurante Sky, do Hotel Unique;

18) Assistir a um páreo no Jockey Club;

19) Subir no Pico do Jaraguá;

20) Passar um dia relaxando em um dos vários spas, com direito a banho de ofurô e massagem relaxante;

21) Visitar as feiras da Liberdade e da Praça Benedito Calixto;

22) Ir a uma das 1500 pizzarias da cidade;

23) Conferir uma corrida no Autódromo de Interlagos;

24) Assistir a um jogo no Estádio do Pacaembu;

25) Passear em umas das mega livrarias de São Paulo, como a Cultura, do Conjunto Nacional, e a Fnac, na Paulista;

26) Visitar uma das centenas de exposições da cidade;

27) Tomar um café em uma das cafeterias internacionais, como Havana e Starbucks;

28) Passear pelo Centro Histórico, passando pelo Pateo do Collegio, Largo São Francisco e Catedral da Sé;

29) Visitar uma grande feira em um dos centro de convenções paulistanos, como o Parque Anhembi;

30) Participar de um ensaio em uma quadra de escola de samba.

   Bairros de São Paulo
Mapa de São Paulo
   Centro Histórico

Catedral da Sé
Situada no Marco Zero (Praça da Sé), tem estilo gótico. Sua construção iniciou-se em 1913 e só terminou quatro décadas depois. É a maior igreja de São Paulo. Em sua cripta, que pode ser considerada uma verdadeira igreja subterrânea, encontram-se trabalhos artísticos do escultor Francisco Leopoldo.

Centro Cultural Banco do Brasil
Na esquina da Rua da Quitanda com a Álvares de Azevedo fica o prédio projetado por Hippolyto Gustavo Pujol e construído em 1901 para ser a primeira agência do Banco do Brasil. Hoje, abriga o Centro Cultural Banco do Brasil, que conta com salas de exposições, cinema, teatro, etc.

Edifício Martinelli
Localizado na Rua Líbero Badaró, 504, o Edifício Martinelli é um dos principais marcos da arquitetura brasileira. Construído em 1929, é o primeiro grande edifício da América Latina, com 30 andares. No alto, avista-se o palacete de Giuseppe Martinelli, a quem o prédio pertencia.

Igreja São Francisco de Assis
A Igreja de São Francisco adquiriu características barrocas depois da reforma pela qual passou no século 18. Na década de 30, o edifício do Convento foi demolido em razão da construção do edifício da Faculdade de Direito.

Mosteiro de São Bento
No largo São Bento, avistam-se o colégio, o mosteiro e a igreja. No interior da igreja, pode-se ver uma réplica de Pietà - famosa estátua de Michelangelo. Aos domingos, acontecem as missas de São Bento, celebradas às 10h, ao som do órgão da igreja - segundo maior da cidade de São Paulo, com 6.000 tubos.

Pateo do Collegio
O Pateo do Collegio é um marco inicial no nascimento da cidade de São Paulo. O local, no alto de uma colina entre os rios Tamanduateí e Anhangabaú, foi o escolhido para iniciar a catequização dos indígenas. Atualmente, o prédio abriga o Museu Padre Anchieta.

Praça Patriarca
A praça, que existe há cerca de 50 anos, homenageia o patriarca José Bonifácio de Andrada e Silva. Nas bordas do triângulo histórico da cidade, é parte da conexão entre o centro histórico e o chamado centro expandido.

Prédio da Bovespa
Localizado na Rua Álvares Penteado, o prédio da Bolsa de Valores de São Paulo foi a primeira bolsa brasileira a implantar, em 1972, o pregão automatizado e, atualmente, é o maior centro de negociação com ações da América Latina.

Prédio do Banespa
Inaugurado em 1947 e projetado pelo arquiteto Plínio Botelho do Amaral, tem 161 metros de altura - é o terceiro mais alto de São Paulo. De sua torre, tem-se uma visão 360º da cidade, de onde se veem os prédios da Avenida Paulista, o Pico do Jaraguá e a Serra da Cantareira. O prédio foi inspirado no edifício norte-americano "Empire State Building".

Solar da Marquesa de Santos
O casarão onde morou D. Domitila de Castro Canto e Melo é o único exemplar que sobrou da arquitetura aristocrática urbana. Com a morte da marquesa, em 1867, o palácio foi vendido e transformado em palácio episcopal, em 1909. Hoje, abriga o Museu de São Paulo.

Teatro Municipal
Foi inaugurado no dia 12 de setembro de 1911, com a ópera "Hamlet", de Ambrósio Thomas, e deu início a um novo estágio na vida cultural paulistana. Sua construção, a cargo do escritório de Francisco Ramos de Azevedo, contou com a colaboração dos arquitetos italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi.

Vale do Anhangabaú
Ribeirão que nascia junto à Rua Paraíso, que desaguava no rio Tamanduateí.

Mercado Municipal
Um dos mais imponentes cartões-postais de São Paulo, o Mercado Municipal Paulistano - mais conhecido como Mercadão - é o retrato de uma época da Metrópole do Café, como a cidade começou a ficar conhecida. Projetado no inicio do século XX (1924) pelo arquiteto Francisco Ramos de Azevedo, o Mercadão veio substituir o velho mercado da Rua 25 de Março.

Conheça o roteiro para conhecer o Centro de São Paulo:
http://spturis.com/sistemas/roteiros_a_pe/page_centro.php

   SUPER DICAS

Elton John e James Taylor

Elton John e James Taylor


Elton John e James Taylor se apresentam no Brasil em 2017. Os dois cantores se apresentarão nos dias:

  • 31 de março em Curitiba
  • 01 de abril no Rio de Janeiro
  • 04 de abril em Porto Alegre e dia 06 de abril em São Paulo no Allianz Parque

Segundo a Tickets for Fun serão dois shows completos em cada uma das noites.

São Paulo
Data: 6 de abril de 2017
Local: Allianz Parque — Rua Turiassú, 1840
Ingressos: R$ 125,00 a R$ 700,00
Venda: Clientes Elo 11/01 — Público Geral 13/01
Site: Ticketsforfun.com.br

Brian Adams

Brian Adams


O cantor canadense Bryan Adams vem ao Brasil em 2017 apresentar sua nova turnê, Get Up, viajando pelo Sul, Sudeste e Nordeste país. Have You Ever Really Loved a Woman?, Heaven, (Everything I do) I Do It for You e Please Forgive Me são algumas das músicas garantidas no show do cantor.

A turnê:

  • Chega ao Brasil no dia 25 de abril de 2017, em Porto Alegre
  • Seguindo para o Rio de Janeiro, dia 27 de abril de 2017
  • Faz três shows em São Paulo, dias 28, 29 e 30 de abril de 2017, no Citibank Hall
  • Sobe para Belo Horizonte, dia 1º de maio de 2017
  • E finaliza sua passagem pelo Brasil em Fortaleza, dia 3 de maio

Onde: Citibank Hall São Paulo — SP Quando: 28, 29, 30 de abril de 2017 Ingressos: Ticketsforfun (clique aqui)

   Shows em 2016
   EXPOSIÇÕES DE ARTE

Instituto Tomie Ohtake — GAUDÍ: BARCELONA, 1900

Gaudí


O Instituto Tomie Otahke recebe a arte do renomado arquiteto catalão Antoni Gaudí, com trabalhos oriundos do Museu Nacional de Arte da Catalunha, Museu do Templo Expiatório da Sagrada Família e da Fundação Catalunya-La Pedrera. Gaudí: Barcelona, 1900 reúne 46 maquetes, quatro delas em escalas monumentais e 25 peças entre objetos e mobiliário criados pelo mestre. Completam a mostra cerca de 40 trabalhos de outro artistas e artesãos que compunham a avançada cena de Barcelona nos anos 1900.

Abertura: 19 de novembro
Visitação: 20 de novembro de 2016 a 05 de fevereiro de 2017
De terça a domingo, das 11h às 20h
Ingressos: R$12,00 e R$6,00 (meia-entrada)
Local: Instituto Tomie Ohtake
Av. Faria Lima, 201 (Entrada pela Rua Coropés, 88) — Pinheiros/SP
Metrô mais próximo — Estação Faria Lima/Linha 4 — Amarela
Fone: (11) 2245-1900

Casa das Rosas - AS IDÉIAS CONCRETAS

Poemas concretos


A exposição que ocorre na Casa das Rosas aborda os diversos momentos da poesia concreta, desde sua criação pelos irmãos Augusto e Haroldo de Campos e Décio Pignatari, além de seu diálogo com outras formas de expressão artística, como as artes plásticas, a música experimental, o cinema, o design e a performance. A mostra é dividida em quatro módulos e conta as várias transformações da poesia relacionada ao movimento, de suas origens até os dias de hoje.

Entrada Gratuita
Visitação: 01 de dezembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017
De terça a domingo, das 10h às 18h
Local: Instituto Tomie Ohtake
Av. Avenida Paulista, 37 Bela Vista - Centro São Paulo - SP
Estação Brigadeiro (Metrô - Linha 2 - Verde)
Fone: (11) 3285-6986 | (11) 3288-9447

Caixa Cultural São Paulo - Antonio Maia — Ex-voto, Alma e Raiz

Antonio Maia


O artista Antonio Maia, que possui uma obra na Pinacoteca da Associação Paulista de Medicina, está em cartaz na Caixa Cultural São Paulo.

A exposição Ex-Voto, Alma e Raiz, traz os trabalhos do sergipano que foi um dos criadores da Brasilidade Moderna junto a Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi e Rubem Valentim. A exposição inclui elementos do universo do artista, com seus signos e figuras da linguagem popular, com palhetas luminosas e cores excessivamente pessoais que certamente o localizam como um pintor de origem nordestina.

Entrada Franca
Local: CAIXA Cultural São Paulo
Endereço: Praça de Sé, 111 — São Paulo — SP
Abertura: 10 de dezembro de 2016
Visitação: Terça a domingo, das 9h às 19h
Horário: terça-feira a domingo, de 10 às 21h.
Classificação indicativa: Livre

Centro Cultural FIESP – Tesouros Paulistas

Tesouros Paulista


A Galeria de Arte do SESI no Centro Cultural FIESP, reúne em sua mostra Tesouros Paulistas, mobiliários, louçaria, prataria, tapeçaria, pintura e escultura vindas do Acervo Artístico-Cultural do Palácio dos Bandeirantes e Boa Vista. Estão presentes nessa exposição ícones da História da Arte Brasileira, do período Colonial ao Modernismo, a mostra que se divide em três núcleos temáticos, apresenta artistas como: Aleijadinho, Volpi, Anita Malfatti, Bonadei, Caciporé, Portinari, Flávio de Carvalho, Rebolo, Goeldi, Tarsila, Wesley Duke Lee, artistas que em sua maioria, estão presentes no Acervo da Pinacoteca da Associação Paulista de Medicina.

Entrada Gratuita
Visitação: 13 de dezembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017
Todos os dias, das 10h às 20h
Local: Centro Cultural FIESP — Galeria de Arte do SESI-SP
Av Paulista, 1313
Em frente à Estação Trianon-MASP do Metrô

Livio Abramo

Livio Abramo


A exposição que acontece na Biblioteca Mário de Andrade, Lívio Abramo : insurgência e lirismo, é a primeira individual do artista em dez anos. Com curadoria de Paulo Henkehoff, são 120 obras que percorrem seu engajamento com questões políticas e sociais. Livio teve a gravura como sua principal forma de expressão, a mostra reúne linoleogravura, xilogravura, litogravura, aquarela, grafite e nanquim, além de artistas que o influenciaram e seus contemporâneos, como José Clemente Orozco, de Louise Bourgeois, de Rossini Perez, de Lasar Segall e de Kathe Kollwitz. Na exposição também será exibido o documentário intitulado "Livio Abramo: o profundo mistério dos horizontes inacabados", produzido pelo Instituto Livio Abramo, que inclui depoimentos de nomes como Frederico de Morais e Ferreira Gullar.

Abertura: 7 de dezembro
Visitação: 7 de dezembro de 2016 a 12 de março de 2017
Local: Biblioteca Mário de Andrade
Rua da Consolação, 94 — Centro

Erwin Wurm — O Corpo é a Casa

Erwin Wurm – O Corpo é a Casa


O CCBB — SP recebe no dia 25/01 as obras do artista contemporâneo Erwin Wurm, que utiliza em sua arte diversos meios, como escultura, vídeos, instalações, performance e intervenções. Com a curadoria de Marcello Dantas, a mostra irá apresentar um conjunto de obras interativas e conceituais que desafiam com humor as formas tradicionais vistas no dia a dia. No dia da abertura o artista austríaco irá realizar uma palestra no CCBB para conversar com o público sobre seu processo criativo.

Abertura: 25 de janeiro
Visitação: 25 de janeiro de 2017 a 03 de abril de 2017 das 9h às 21h
Visitação com hora agendada pelo app CCBB (Apple Store e Google Play),
Site bb.com.br/cultura ou bilheteria do CCBB.
Entrada Franca
Local: CCBB — SP
Rua Alvares Penteado, 112 — Centro — SP
(11) 3113-3651

Sugestões e informações:
Departamento Cultural da APM
(11) 3188-4302
cultural@apm.org.br

Publicidade
© - 2011 - Todos os direitos reservados
Av. Brigadeiro Luís Antonio, 278, Bela Vista - São Paulo/SP - 01318-901. T (11) 3188-4200 / 4300